[REQ_ERR: 401] [KTrafficClient] Something is wrong. Enable debug mode to see the reason. Competencias de Póker Intensas

Competencias de Póker Intensas

Tenha pensamentos positivos! Se você sente constantemente que está faltando foco na sua atividade experimente algum tipo de meditação. Existem várias técnicas, mas uma simples que eu mesmo utilizo é baseada no mindfullness. Mindfullness diz respeito a estar totalmente no presente.

É uma questão de perceber, neste segundo, como você se sente,o que pensa e o que deseja, sem críticas ou julgamentos. É aprender a perceber tudo o que se passa em sua mente, em seu corpo e no ambiente ao seu redor: os ruídos do seu estômago, as nuvens no céu, canto dos pássaros, o som de um carro distante, a chuva ouvida da janela.

Experimente um pouco e veja como uma simples tentativa de focar no agora é extremamente difícil, mesmo que pareça que você não tenha nenhum tipo de distração.

Se você quiser saber como funciona pode começar guardando 5 minutos do seu dia. Reserve um momento a parte e observe sua postura, sente-se confortavelmente, feche os olhos e foque na sua respiração.

Faça isso por 5 minutos e veja o quão difícil será, mas muito recompensador após seu término. Isso é normal! Dica 2: Todas as pessoas possuem 24 horas por dia, independente de quem ela seja. Pode ser rico, pobre, branco, negro, homem, mulher, gordo ou magro.

Entretanto, aquilo que você faz com as suas vinte e quatro horas do dia está diretamente ligado ao resultado final de suas metas. Se você não consegue ter sucesso em alguma área da sua vida, a causa é a falta de foco. Faça uma única coisa bem feita e não 10 mal feitas.

As derrotas podem ensinar mais do que as vitórias. Pouco tempo atrás, Novak Djokovic era um coadjuvante em relação a Rafael Nadal e Roger Federer no tênis.

Em diversas entrevistas, ele disse que aprendeu muito com as suas derrotas. Esse foi seu principal combustível para se desenvolver, estudar os seus erros e obter a confiança para perseverar. Alguns adversários são mais do que simplesmente rivais, eles podem proporcionar indiretamente as condições para a evolução de um atleta.

Encontre o lado positivo em suas derrotas. Se a derrota equivale ao fracasso, nunca se ganhará a batalha da confiança com esse tipo de crença. Tenha a capacidade de aprender muito mais com uma derrota que de com uma vitória. Isso independentemente do resultado de suas partidas.

Controlar a ansiedade nos momentos mais difíceis, passar um blefe, chegar à mesa final, jogar short stack, ou então, tentar reverter um headsup com stack 5 vezes menor que o do oponente, puxar aquele coin flip decisivo, são comportamentos típicos que ocorrem durante os jogos e que naturalmente põem pressão em quem está atuando.

Todo atleta, antes do início de uma partida, sente-se ansioso, agitado, apreensivo de que possa acontecer algo inesperado.

Não é adequado que essas sensações cresçam e se tornem amedrontadoras a ponto de as pessoas não conseguirem realizar plenamente suas capacidades. Aceitar que a ansiedade é inevitável na competição e saber que pode lidar com ela é uma habilidade essencial para recuperar o controle psicológico na sequência de acontecimentos inesperados ou distrações.

Superar o medo, ele é uma emoção natural do ser humano e pode ser controlado. Por quê? Porque quando pensamos nas consequências, sempre imaginamos um resultado negativo. Se vai se atirar em um lago ainda que não saiba nadar, pense que será capaz de nadar, nem que seja apenas para sobreviver. Busque em cada fracasso o combustível para uma nova tentativa.

Às vezes o insucesso nos deixa mais pero de onde queremos chegar. As grandes invenções do mundo foram precedidas de fracassos antes que as respostas certas fossem encontradas. Às vezes acho que, no esporte, o medo vem da falta de foco. Se no momento de um arremesso livre eu imaginasse os milhões de pessoas que assistiam à minha jogada pela TV, jamais teria conseguido fazer alguma coisa.

Assim, mentalmente, procurava me colocar num ambiente familiar. Pensava nas infinitas cestas que já tinha feito com os mesmos movimentos e usando a mesma técnica. Mesmo os grandes gênios do esporte, em algum momento da carreira, tiveram obstáculos e percalços e precisaram se superar para reconduzir sua trajetória.

Essa característica é chamada de resiliência, termo que, assim como a palavra estresse, vem da física, e a psicologia emprega para designar o indivíduo que consegue ultrapassar grandes adversidades, resistir às pressões e, com muito esforço, reconduzir a sua vida.

Dica: Respire profundamente em suas decisões difíceis, antes de agir e quando se sentir agitado ou distraído. Foco no seu objetivo e vá em frente! Confiar em si mesmo é uma habilidade da psicologia do poker que também deve ser desenvolvida.

Quem não a possui dificilmente consegue se dar bem no poker. Autoconfiança é diferente de soberba e arrogância, é entender que você possui qualidades e também limitações. É saber utilizar suas qualidades nos momentos negativos e trabalhar suas limitações fora das mesas.

Assim como saber perder, aprender com as derrotas é uma lição importante, valorizar e usufruir das vitórias também é um comportamento que estimula a autoconfiança. Compartilhar sua felicidade com os colegas de time, se você faz parte de um, é uma atitude que lhe ajudará a desenvolver isso.

Nos momentos de crise e adversidade, é necessário se lembrar das sensações da vitória, do prazer proporcionado ao conseguir um objetivo. Pensar positivo, ter uma atitude positiva, verbalizar coisas positivas é tão importante em treino quanto em competição.

Essas ações repercutem em nosso corpo, deixando-o mais relaxado e equilibrado para executar as ações necessárias. Corpo e mente estão interligados e, por isso, as atitudes negativas também refletem em nosso corpo. A consequência, entre outros aspectos, é o desequilíbrio e a diminuição da performance.

Em um torneio, quanto mais você enfrenta adversidades, mais positivo tem que ser para construir a sua confiança e autoestima. A confiança está relacionada diretamente com o êxito percebido. Então, muitas vezes somos orientados pelo resultado e só achamos relevantes as vitórias nas partidas, quando o mais importante é sua atitude durante o jogo, ou seja, há jogos que se vence jogando mal e outros que se é derrotado jogando bem.

Dica: Uma estratégia que pode ajudar é o autodiálogo positivo, não só nos momentos de dificuldade, mas também nos acontecimentos positivos.

No autodiálogo, o objetivo é ajudar os jogadores de poker a controlar os seus pensamentos durante a competição para contribuir com o sucesso. Vibre bastante! Podemos definir motivação como um dos principais itens da psicologia do poker. Basicamente — motivação — é como os motivos que nos levam às ações em busca de nossas metas em todos os aspectos de nossas vidas.

Pode ser exemplificada também como a direção e a intensidade de nossos esforços. Sejam eles estudar para passar no vestibular ou treinar intensamente o ano todo para ganhar um campeonato. Para saber o que lhe motiva é imprescindível ter autoconhecimento.

Não há motivação sem busca por metas. As metas podem tornar nossos sonhos e ambições profissionais palpáveis, desde que façamos algo para alcançá-las.

Não consigo imaginar nenhuma outra maneira de realizar meus objetivos. Dica: Estabeleça metas de curto, médio e longo prazo e escreva-as.

Elas tem que ser: específicas melhorar uma estratégia , mensuráveis possível de ser medida , dentro do controle possível de ser adquirida com treino , realistas de acordo com suas habilidades no momento e de limite temporal data para conseguir realizar.

A todo instante procure visualizar onde quer chegar, que tipo de jogador deseja se tornar e mantenha o foco nesta direção. Pra trás nem pra pegar impulso! À medida que alcançar as primeiras metas de curto prazo, os resultados se somam e você ganha mais confiança a cada nova conquista.

Exemplificando: as metas funcionam para qualquer que seja a atividade. Se você está no ensino médio e deseja se tornar um médico, mas só tira 5 em biologia. A primeira coisa que você deve fazer é tirar 7, para então, tirar Supere o primeiro obstáculo e depois vá para os maiores.

Dê pequenos passos. Todas as etapas são como um quebra-cabeça. Juntas, formam uma imagem. Contudo, se por vezes o envolvimento potencia o desempenho do atleta, noutras dificulta-o quando há um desajuste entre os fatores internos e externos ao praticante. O sistema nervoso tem precisamente a função de regular o comportamento, bastando para isso que o atleta esteja empenhado em harmonizar-se com o contexto em que se encontra estudo, warm-up , jogo e competição.

A capacidade de regulação com o meio permite-lhe ser autónomo. Este processo de total ligação entre o atleta e a situação é chamado estado de flow. O estado conduz à sensação de realização da tarefa sem qualquer esforço, pelo que as ações são realizadas com grande fluidez e espontaneidade , otimizando o desempenho.

Quando se atinge o estado de flow , a concentração é total , conseguida sem esforço e mantida durante longos períodos de tempo. Isto é, permite ao atleta de alta performance estar disponível para todas as possibilidades de desempenho relevantes para obtenção do seu claro objetivo.

Como resultado da elevada concentração na tarefa, o atleta liberta-se dos pensamentos negativos e das preocupações que o possam afetar. Muitos praticantes desenvolvem as suas próprias estratégias de autocontrolo.

Destas estratégias, a mais referida é a relaxação. Há duas razões que justificam a sua importância:. Sabias que? Os atletas Polarize Poker têm à sua disposição acompanhamento de profissionais de renome das áreas de Mental Coach e Psicologia que os auxiliam e orientam em todos os momentos.

Junta-te à nossa comunidade! Nem sempre o atleta precisa de relaxar. Ou seja, bem pelo contrário, muitas vezes precisa de se ativar, de ficar mais vigoroso e energético. As Técnicas de Ativação mais utilizadas são as que se seguem:.

Jogar poker profissionalmente exige dedicação, muito estudo e controlo psicológico. Sendo que, o treino psicológico se for desde sempre introduzido no plano de carreira do jogador, preferencialmente, com a colaboração de um psicólogo do desporto, então será menos provável a necessidade de uma intervenção reeducativa no atleta.

Em situações assim, vale a pena conhecer os conselhos dos jogadores profissionais, campeões experientes, que já adquiriram as habilidades necessárias para o jogo. Quando alguém disser que nunca tilta, desconfie. Não adianta fugir, nem negar. O Tilt é uma constante nas mesas de poker , e o segredo para ser bem sucedido é detectar seus controles ambientais o mais breve possível — e em se tratando de um esporte competitivo, tirar vantagens dos que se encontram neste estado pode ser determinante para o sucesso.

Com efeito, detectar é o primeiro passo. E é aqui que entra o autoconhecimento citado anteriormente. Geralmente, os grandes campeões identificam os Tilts por meio das deixas estímulo discriminativos específicos , que na maioria das vezes, são bastante objetivas.

O segundo e decisivo passo é mais difícil de se executar, em grande parte, pela dificuldade dos jogadores em tolerar a própria frustração e limitações pessoais. Uma estratégia para evitar que isso aconteça é, simplesmente, se distanciar da situação por alguns minutos — sair da mesa, beber um copo de água, levantar, se alongar.

O distanciamento tem como efeito a redução na intensidade das emoções, e consequentemente, em seu poder de suprimir a capacidade de raciocínio lógico. Trata-se de uma conhecida estratégia de manejo de estresse em competições.

É impossível escrever um artigo sobre o lado psicológico do poker sem falar no blefe. Afinal de contas, nos filmes de Hollywood como Casino Royale e tantos outros, o blefe aparece a torto e direito como elemento essencial no jogo de um grande vencedor nas cartas. É interessante salientar que o blefe não é uma disputa de cartas — estas, o objetivo mediato do jogo -, mas sim, uma disputa de jogadores.

O que estiver em uma situação mais aversiva, com o repertório operante suprimido pelas emoções ou pelas tentativas de fugir da situação, tende a perder.

Blefar significa, tão somente, apresentar descrições verbais de jogadas, cartas ou condições de jogo não correspondentes às cartas, condições ou jogadas existentes — em termos comportamentais, o blefe corresponde a apresentar tatos distorcidos ao oponente, levando-o a responder à contingência de forma a se prejudicar.

Se voc um entusiasta de poker no Brasil em busca de desafios emocionantes e competies intensas,ento os torneios de poker no pas oferecem uma experincia nica Neste artigo vais poder conhecer algumas técnicas psicológicas específicas que os atletas de poker devem aprender e dominar. Treino Mental — Missing

Video

Enfrentamiento Final por $270,000 Primer Lugar en el Torneo WPT

Competencias de Póker Intensas - Alguns comportamentos podem ser sinônimos do espírito de competitividade: luta, garra, atitude, intensidade, coragem, jogar do primeiro ao último torneio com a Se voc um entusiasta de poker no Brasil em busca de desafios emocionantes e competies intensas,ento os torneios de poker no pas oferecem uma experincia nica Neste artigo vais poder conhecer algumas técnicas psicológicas específicas que os atletas de poker devem aprender e dominar. Treino Mental — Missing

Usar esse tempo favoravelmente torna-se imprescindível. O seu melhor jogo, A-Game, acontece no momento em que suas emoções estão controladas. No esporte, estar concentrado é um dos aspectos importantes para o bom rendimento.

No poker, é vital. A concentração é um tipo de percepção. A percepção basicamente é uma capacidade cognitiva que nos faz reconhecer o mundo ao nosso redor através dos sentidos visão, tato, olfato, audição, paladar.

Nosso ambiente está cercado por vários estímulos que manipulam a nossa percepção e o cérebro seleciona alguns desses sinais que nos interessam no momento. Quando focamos em poucos estímulos, utilizamos a concentração — que nada mais é do que prestar mais atenção naquilo que é relevante para nós naquele determinado momento.

Ou seja, numa mesa de poker seria focar no adversário, nas linguagens corporais, no raciocínio lógico, nas ações, etc. No poker as interações são rápidas, as ações, o board, a movimentação, tudo acontece ao mesmo tempo.

A falta de concentração em determinados momentos do jogo é uma das queixas mais frequentes que os psicólogos do esporte escutam de atletas de diversas modalidades exemplos: como se concentrar e não ficar pensando na torcida, na prova da próxima semana, no namorado, na festa de aniversário etc.

Isso desconcentra. Os rituais ajudam muito a manter o foco. Foque-se nos aspectos relevantes ligados ao desempenho da tarefa no momento que está acontecendo.

Tenha pensamentos positivos! Se você sente constantemente que está faltando foco na sua atividade experimente algum tipo de meditação. Existem várias técnicas, mas uma simples que eu mesmo utilizo é baseada no mindfullness.

Mindfullness diz respeito a estar totalmente no presente. É uma questão de perceber, neste segundo, como você se sente,o que pensa e o que deseja, sem críticas ou julgamentos.

É aprender a perceber tudo o que se passa em sua mente, em seu corpo e no ambiente ao seu redor: os ruídos do seu estômago, as nuvens no céu, canto dos pássaros, o som de um carro distante, a chuva ouvida da janela. Experimente um pouco e veja como uma simples tentativa de focar no agora é extremamente difícil, mesmo que pareça que você não tenha nenhum tipo de distração.

Se você quiser saber como funciona pode começar guardando 5 minutos do seu dia. Reserve um momento a parte e observe sua postura, sente-se confortavelmente, feche os olhos e foque na sua respiração. Faça isso por 5 minutos e veja o quão difícil será, mas muito recompensador após seu término.

Isso é normal! Dica 2: Todas as pessoas possuem 24 horas por dia, independente de quem ela seja. Pode ser rico, pobre, branco, negro, homem, mulher, gordo ou magro. Entretanto, aquilo que você faz com as suas vinte e quatro horas do dia está diretamente ligado ao resultado final de suas metas.

Se você não consegue ter sucesso em alguma área da sua vida, a causa é a falta de foco. Faça uma única coisa bem feita e não 10 mal feitas.

As derrotas podem ensinar mais do que as vitórias. Pouco tempo atrás, Novak Djokovic era um coadjuvante em relação a Rafael Nadal e Roger Federer no tênis. Em diversas entrevistas, ele disse que aprendeu muito com as suas derrotas.

Esse foi seu principal combustível para se desenvolver, estudar os seus erros e obter a confiança para perseverar. Alguns adversários são mais do que simplesmente rivais, eles podem proporcionar indiretamente as condições para a evolução de um atleta.

Encontre o lado positivo em suas derrotas. Se a derrota equivale ao fracasso, nunca se ganhará a batalha da confiança com esse tipo de crença. Tenha a capacidade de aprender muito mais com uma derrota que de com uma vitória.

Isso independentemente do resultado de suas partidas. Controlar a ansiedade nos momentos mais difíceis, passar um blefe, chegar à mesa final, jogar short stack, ou então, tentar reverter um headsup com stack 5 vezes menor que o do oponente, puxar aquele coin flip decisivo, são comportamentos típicos que ocorrem durante os jogos e que naturalmente põem pressão em quem está atuando.

Todo atleta, antes do início de uma partida, sente-se ansioso, agitado, apreensivo de que possa acontecer algo inesperado. Não é adequado que essas sensações cresçam e se tornem amedrontadoras a ponto de as pessoas não conseguirem realizar plenamente suas capacidades.

Aceitar que a ansiedade é inevitável na competição e saber que pode lidar com ela é uma habilidade essencial para recuperar o controle psicológico na sequência de acontecimentos inesperados ou distrações. Superar o medo, ele é uma emoção natural do ser humano e pode ser controlado.

Por quê? Porque quando pensamos nas consequências, sempre imaginamos um resultado negativo. Se vai se atirar em um lago ainda que não saiba nadar, pense que será capaz de nadar, nem que seja apenas para sobreviver. Busque em cada fracasso o combustível para uma nova tentativa.

Às vezes o insucesso nos deixa mais pero de onde queremos chegar. As grandes invenções do mundo foram precedidas de fracassos antes que as respostas certas fossem encontradas. Às vezes acho que, no esporte, o medo vem da falta de foco.

Se no momento de um arremesso livre eu imaginasse os milhões de pessoas que assistiam à minha jogada pela TV, jamais teria conseguido fazer alguma coisa. Assim, mentalmente, procurava me colocar num ambiente familiar. Pensava nas infinitas cestas que já tinha feito com os mesmos movimentos e usando a mesma técnica.

Mesmo os grandes gênios do esporte, em algum momento da carreira, tiveram obstáculos e percalços e precisaram se superar para reconduzir sua trajetória.

Essa característica é chamada de resiliência, termo que, assim como a palavra estresse, vem da física, e a psicologia emprega para designar o indivíduo que consegue ultrapassar grandes adversidades, resistir às pressões e, com muito esforço, reconduzir a sua vida.

Dica: Respire profundamente em suas decisões difíceis, antes de agir e quando se sentir agitado ou distraído. Foco no seu objetivo e vá em frente! Confiar em si mesmo é uma habilidade da psicologia do poker que também deve ser desenvolvida. Quem não a possui dificilmente consegue se dar bem no poker.

Autoconfiança é diferente de soberba e arrogância, é entender que você possui qualidades e também limitações. É saber utilizar suas qualidades nos momentos negativos e trabalhar suas limitações fora das mesas. Assim como saber perder, aprender com as derrotas é uma lição importante, valorizar e usufruir das vitórias também é um comportamento que estimula a autoconfiança.

Compartilhar sua felicidade com os colegas de time, se você faz parte de um, é uma atitude que lhe ajudará a desenvolver isso. Nos momentos de crise e adversidade, é necessário se lembrar das sensações da vitória, do prazer proporcionado ao conseguir um objetivo.

Pensar positivo, ter uma atitude positiva, verbalizar coisas positivas é tão importante em treino quanto em competição. Essas ações repercutem em nosso corpo, deixando-o mais relaxado e equilibrado para executar as ações necessárias.

Corpo e mente estão interligados e, por isso, as atitudes negativas também refletem em nosso corpo. A consequência, entre outros aspectos, é o desequilíbrio e a diminuição da performance.

Em um torneio, quanto mais você enfrenta adversidades, mais positivo tem que ser para construir a sua confiança e autoestima. A confiança está relacionada diretamente com o êxito percebido. Então, muitas vezes somos orientados pelo resultado e só achamos relevantes as vitórias nas partidas, quando o mais importante é sua atitude durante o jogo, ou seja, há jogos que se vence jogando mal e outros que se é derrotado jogando bem.

Dica: Uma estratégia que pode ajudar é o autodiálogo positivo, não só nos momentos de dificuldade, mas também nos acontecimentos positivos.

No autodiálogo, o objetivo é ajudar os jogadores de poker a controlar os seus pensamentos durante a competição para contribuir com o sucesso.

Vibre bastante! Podemos definir motivação como um dos principais itens da psicologia do poker. Basicamente — motivação — é como os motivos que nos levam às ações em busca de nossas metas em todos os aspectos de nossas vidas. Pode ser exemplificada também como a direção e a intensidade de nossos esforços.

Sejam eles estudar para passar no vestibular ou treinar intensamente o ano todo para ganhar um campeonato. Para saber o que lhe motiva é imprescindível ter autoconhecimento. Não há motivação sem busca por metas.

As metas podem tornar nossos sonhos e ambições profissionais palpáveis, desde que façamos algo para alcançá-las. Não consigo imaginar nenhuma outra maneira de realizar meus objetivos. Dica: Estabeleça metas de curto, médio e longo prazo e escreva-as.

Elas tem que ser: específicas melhorar uma estratégia , mensuráveis possível de ser medida , dentro do controle possível de ser adquirida com treino , realistas de acordo com suas habilidades no momento e de limite temporal data para conseguir realizar.

A todo instante procure visualizar onde quer chegar, que tipo de jogador deseja se tornar e mantenha o foco nesta direção. Pra trás nem pra pegar impulso! À medida que alcançar as primeiras metas de curto prazo, os resultados se somam e você ganha mais confiança a cada nova conquista.

Exemplificando: as metas funcionam para qualquer que seja a atividade. Se você está no ensino médio e deseja se tornar um médico, mas só tira 5 em biologia. A primeira coisa que você deve fazer é tirar 7, para então, tirar Supere o primeiro obstáculo e depois vá para os maiores.

Dê pequenos passos. Todas as etapas são como um quebra-cabeça. Juntas, formam uma imagem. Quando a imagem estiver completa, a meta foi atingida. Poucos conseguem completar a imagem. Nem todos chegam a ser o melhor jogador de poker do mundo. Mas ainda assim você pode ser considerado um dos melhores e, portanto, um sucesso.

Respeitar o adversário, as regras do jogo, o fair-play, o ambiente competitivo, os horários, os dealers, diretores e colaboradores deve ser um objetivo. Apesar do poker ser um jogo individual, ele é um jogo que necessariamente precisará de pelo menos outra pessoa para jogar.

Ter o controle mental e seu psicológico no poker controlado faz com que você evite situações marginais e de risco para o seu jogo. Saber ler as tendências do jogo do adversário, seus pontos fortes e fracos, e utilizar estratégias para minimizar as jogadas dele, buscar extrair valor e não perder valor, fazer seus oponentes cometerem erros caros.

Em torneios os jogadores deveriam evitar focar em seus pontos fracos deixe isso para as reviews. Devem pensar nos pontos positivos de seu jogo, tendo por base os pontos fortes, ou seja, abusar de suas jogadas de confiança. Quanto mais positivo for durante a competição, melhor, mesmo que seus pensamentos sejam negativos com relação a si mesmo.

É importante ter um repertório grande de variação de jogadas e ter paciência para colocá-las em prática nos momentos adequados. Nem sempre seu estilo de jogo irá se encaixar com o do adversário. Nem sempre você vai ter boas mãos. Além de paciência, ter coragem de arriscar pode ser fundamental quando estiver numa situação como essa.

Jogar com simplicidade também ajuda. Inteligência não é sinônimo de belas jogadas, grandes blefes e lindos hero calls. Em muitos momentos, fazer o básico pode ser a estratégia mais adequada.

Dica: Analise o jogo de diversos jogadores com estilos diferentes e tente construir sua própria identidade. Isso lhe ensinará a desenvolver inteligência tática.

Habilidade e talento por si só não são os únicos requisitos para uma carreira vitoriosa. É necessário muita disciplina! Pelé comenta frequentemente que após os treinos ele ficava mais um tempo treinando sua perna esquerda ele é destro. Zico, o maior ídolo da história do Flamengo, diariamente, após os treinos pendurava a camisa que estava vestindo em algum lugar do travessão e chutava naquela marca.

Não é a toa que foi um exímio cobrador de faltas. Treinar com intensidade e são fundamentais. O treinamento esportivo nada mais é do que repetição de exercícios.

A evolução do conhecimento em psicologia do desporto, designadamente a partir do que ensina a experiência dos atletas de alta performance, demonstra a importância do treino mental que se baseia em que:. À semelhança de outros processos mentais, como a atenção, a imaginação influencia a atividade desportiva de forma consciente ou inconsciente.

Isto é, trata-se de uma capacidade do ser humano que pode ser usada para melhorar o desempenho. A imagética , que surge conscientemente e focada em objetivos, distingue-se da simples imaginação que é espontânea, juntando diferentes tipos de experiências.

Mas, o que é a imagética? Trata-se de um processo mental que pode ser treinado, referindo-se às funções cognitivas que permitem a criação de uma imagem mental. O treino mental quando incide na imagética , pode utilizar-se com diferentes objetivos:.

A imagética pode contribuir para uma melhor concentração, ou seja, uma melhor focalização da atenção numa parte específica do envolvimento. Com essa finalidade, deve ser centrada nos aspetos relevantes para a tarefa, já que serve para preparar o indivíduo para uma atividade particular e não opera simplesmente através de um efeito geral nos estados emocionais ou na confiança.

Além disso, existem outras técnicas psicológicas para se melhorar a capacidade de atenção no desempenho:. Há, contudo, situações em que pode ser útil focalizar a atenção noutros aspetos que não naquilo que se está a fazer ou que se sente.

Isto é, o praticante beneficiará se desviar a atenção do esforço que está a despender. Os momentos de competição em particular são causadores de pressão , ou stress , no atleta. Este facto é inevitável e até desejável, uma vez que haver pressões para o atleta agir é uma consequência de estar em contacto com o mundo da competição.

Há um processo de constante regulação com o envolvimento. Contudo, se por vezes o envolvimento potencia o desempenho do atleta, noutras dificulta-o quando há um desajuste entre os fatores internos e externos ao praticante.

O sistema nervoso tem precisamente a função de regular o comportamento, bastando para isso que o atleta esteja empenhado em harmonizar-se com o contexto em que se encontra estudo, warm-up , jogo e competição. A capacidade de regulação com o meio permite-lhe ser autónomo.

Este processo de total ligação entre o atleta e a situação é chamado estado de flow. O estado conduz à sensação de realização da tarefa sem qualquer esforço, pelo que as ações são realizadas com grande fluidez e espontaneidade , otimizando o desempenho.

Quando se atinge o estado de flow , a concentração é total , conseguida sem esforço e mantida durante longos períodos de tempo. Isto é, permite ao atleta de alta performance estar disponível para todas as possibilidades de desempenho relevantes para obtenção do seu claro objetivo.

Como resultado da elevada concentração na tarefa, o atleta liberta-se dos pensamentos negativos e das preocupações que o possam afetar. Muitos praticantes desenvolvem as suas próprias estratégias de autocontrolo.

Destas estratégias, a mais referida é a relaxação. Há duas razões que justificam a sua importância:. Sabias que? Os atletas Polarize Poker têm à sua disposição acompanhamento de profissionais de renome das áreas de Mental Coach e Psicologia que os auxiliam e orientam em todos os momentos. Junta-te à nossa comunidade!

Psicologia no Poker — Competências de atletas de alta performance Os benefícios dos empregados devem ser fornecidos de acordo com ed requi- sitos Intnsas e locais. Report note. You Excelencia en Atención al Cliente already reported Premios en efectivo increíbles. Se vai se atirar Juegos con opción de rendirse um lago ainda que não saiba Intennsas, pense que será capaz de nadar, nem que seja apenas para sobreviver. O sistema nervoso tem precisamente a função de regular o comportamento, bastando para isso que o atleta esteja empenhado em harmonizar-se com o contexto em que se encontra estudo, warm-upjogo e competição. Porém, todos os seres humanos necessitam de momentos de relaxamento e de descanso. Os rituais ajudam muito a manter o foco.

By Najar

Related Post

0 thoughts on “Competencias de Póker Intensas”

Добавить комментарий

Ваш e-mail не будет опубликован. Обязательные поля помечены *